Mário Alves Durans

48 anos, nascido e morador do Bairro da Liberdade. Bombeiro militar a 26 anos. Iniciou sua militância política na década de 1990 quando fundou o grêmio estudantil da extinta Escola Ronald da Silva Carvalho e também criou o jornal estudantil Força de Expressão. Amante da cultura, no bairro da Liberdade criou um bloco de carnaval e várias marchinhas carnavalescas. Foi liderança da greve da polícia e corpo de bombeiro militar em 2014 em Imperatriz. Em Bacabal criou o projeto de brigada de bombeiro mirim que atendia crianças e adolescentes de 9 a 14 anos de baixa renda das periferias rurais e urbanas daquela cidade. Engajado nas causas sociais e acreditando no poder de mudança através organização da classe, reafirma o slogan e palavra de ordem “Só a luta muda a vida”.