Zé Maria: Metalúrgicos marcam reunião para definir dia de greve nacional do setor

 

Num acordo envolvendo organizações de trabalhadores metalúrgicos ligadas a três centrais sindicais – CSP-Conlutas, Força Sindical e CUT – está sendo convocada uma reunião nacional de sindicatos da categoria metalúrgica para o próximo dia 31, em São Paulo.

O objetivo da reunião é definir uma data para a realização de uma greve nacional do setor contra os ataques que estão sendo feitos aos direitos da classe trabalhadora. A proposta é parar a categoria em todo o país, contra as reformas da Previdência e trabalhista e contra a terceirização.

Com a aprovação, nesse dia 22, de lei que “libera geral” a terceirização, a Câmara dos Deputados passou de qualquer limite. Uma corja de corruptos, que deveria estar na cadeia, tem a cara-de-pau de aprovar uma lei que vai prejudicar, profundamente, toda a classe trabalhadora para aumentar o lucro dos patrões.

Até este momento, infelizmente as grandes centrais sindicais do país não convocaram uma Greve Geral. Mais que uma necessidade, trata-se de um imperativo, para enfrentar e pôr fim a todos estes abusos. Os trabalhadores já demonstraram que querem lutar. O que tem faltado é justamente o comando.

Assim, a reunião convocada pelas organizações de metalúrgicos para o próximo dia 31 visa justamente dar um passo para contribuir na superação dessa situação e para unir, na luta, toda a classe trabalhadora.

A hora é de tomar as ruas, é hora de lutar, é hora da Greve Geral!