Zé Maria apresenta sua pré-candidatura em Aracaju (SE)

32

Evento foi realizado no dia 10 e reuniu mais de 100 pessoas

Zé Maria apresentou sua pré-candidatura à presidência da república em Aracaju. O evento foi realizado na última segunda-feira, dia 10, e reuniu mais de 100 ativistas, em sua maioria trabalhadores rurais que estavam participando do I Encontro Interestadual de Agricultores Familiares e Assalariados Rurais do Nordeste, vindos de 63 municípios, de sete estados da região. Estavam presentes também petroleiros, servidores públicos federais, servidores da saúde, pescadores e juventude. Destacamos a presença dos militantes do Coletivo Resistência Socialista (CRS), corrente interna do PSOL.

Zé Maria destacou a importância e a necessidade de construir uma alternativa aos trabalhadores nas lutas e nas eleições. Ressaltou que o programa de uma candidatura socialista tem como ponto de partida as reivindicações dos trabalhadores e da juventude que estão em lutas em nosso país. “É necessário construir uma candidatura que expresse as vozes das ruas e suas demandas por educação e saúde pública de qualidade para todos, transporte coletivo de qualidade, reforma agrária colocando as terras a serviço da produção de alimentos, reforma urbana com garantia de moradia digna, acabar com bandalheira com o dinheiro público, ação eficaz de combate a toda forma de discriminação e opressão”.

Sergipe
Vera Lúcia, pré-candidata a governadora de Sergipe, defendeu a unidade do PSTU, PSOL e PCB em torno de uma frente de esquerda e socialista. “O PSTU desde ano passado fez um chamado público ao PSOL e ao PCB para construirmos uma frente de esquerda. Reforçamos esse chamado. Em Sergipe, estamos caminhando para a construção dessa frente, mas essa unidade deve ser construída também nacionalmente em torno de um programa que responda aos anseios dos trabalhadores e da juventude em luta e com independência de classe”.

Vera convidou para o seminário programático que o PSTU irá realizar em Aracaju no dia 20 de março. “Será um evento aberto ao público em geral, vamos convidar entidades sindicais estudantis, movimentos sociais, o PSOL e PCB. Queremos debater uma alternativa socialista para Sergipe”.