Todo apoio ao povo Guarani Kaiowá

    25

    Há uma série de ataques em curso contra os povos Guarani Kaiowá no Mato Grosso do Sul. 

    Desde 31 de janeiro,  a aldeia Kurussu Ambá vem sendo atacada por jagunços. Incendiaram as casas grande de reza, derrubaram a escola, está tudo destruído… Perda de pertences, alimentos, casas, desamparo às crianças e idosos. Os indígenas estão refugiados no mato e a maioria dos caciques está ferido a bala, sem ter como buscar atendimento porque estão cercados e seguem sendo perseguidos.

    O território indígena Takuara retomado desde o dia 15 de janeiro vive cercado por jagunços e a polícia do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) sob constante ameaça. Neste dia 25 de janeiro, os kaiowá receberam intimação de reintegração de posse com o prazo de execução para acontecer em no máximo 15 dias. Eles correm sério risco de sofrerem violentamente com mais um despejo autorizado pelo Estado em defesa dos fazendeiros e do agronegócio.

    É preciso denunciar! Ocorre um verdadeiro genocídio contra os Guarani Kaiowá neste país! 
    É preciso que o governo faça a demarcação imediata de suas terras originárias!

     

    Acompanhe o Zé Maria no Facebook

     

     

     

    Post author