Toda solidariedade à ocupação Santa Lúcia, em Maceió (AL)

38

No começo de maio, famílias de trabalhadores sem teto ocuparam um terreno que estava abandonado há 30 anos, pertencente a uma construtora de Alagoas. O cadastro dessas famílias foi entregue à Prefeitura, que não tomou nenhuma providência.

No dia 18 de julho, eles foram expulsos do local pela PM de forma violenta. A maioria é de serventes, pedreiros e donas de casa. Eles foram para a sede da Eletrobrás, que estava em greve, onde ficaram por cerca de uma semana até serem expulsos. De lá, ocuparam um prédio do INSS, no centro de Maceió, abandonado há anos e em péssimas condições.

Neste dia 1° de agosto, estes trabalhadores, junto com a Frente Pelo Passe Livre em Maceió, ocuparam a Câmara de Vereadores para exigir uma reposta concreta e imediata para as pautas da Ocupação Santa Lúcia e do Passe Livre.

Hoje, a Frente está acampada com as famílias na Câmara, pois há uma possibilidade de que sejam expulsas novamente. Os moradores prometem resistir. O PSTU apóia as famílias e está junto na ocupação da câmara!

Acompanhe o PSTU-AL no Facebook