Rio de Janeiro: Todos ao ato de quarta-feira, 16

1813
Assembleia Legislativa foi cercada por grades

Fora Pezão e Temer! Derrotar o pacote de maldades!

Nesta quarta-feira (16), às 10h, na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), os servidores públicos estaduais preparam uma grande manifestação contra o pacote de maldades de Pezão e Temer.

No último dia 11, os movimentos sociais colocaram 20 mil pessoas nas ruas do Rio contra o “ajuste fiscal” desses senhores. Dia 16 tem tudo para ser maior. Muitos servidores de diversas categorias falam em “greve geral”.

Pezão pagou apenas os educadores com o dinheiro do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e os profissionais da área da segurança pública. Todos os demais servidores terão seu salário parcelado em 7 vezes! Ou seja, 38% do funcionalismo está com o bolso vazio.

O presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), chegou a acenar um recuo da proposta de reduzir o salário dos servidores em 30%, mas o movimento não recuou. Esse governo não tem a menor credibilidade, tampouco alguma popularidade. Policiais militares, policiais civis, bombeiros, agentes penitenciários, serventuários da justiça e educadores estão dispostos a ir até o fim e derrotar Pezão, Picciani e Michel Temer.

O governador prepara uma guerra para o dia 16. Cercou a Alerj com uma grade, demonstrando como é covarde e como a população o odeia. Se no dia 16 houver derramamento de sangue será de total responsabilidade de Pezão, Dornelles e Picciani.

Nossa disposição de vitória é mais forte que a covardia do governo.

Não tem arrego.

PSTU-Rio