Reforma trabalhista do governo sofre derrota no Senado

2426
Foto Agência Senado

Greve Geral para enterrar de vez as reformas e esse governo!

Em um primeiro revés do governo, a reforma trabalhista do governo Temer foi rejeitada na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado nessa terça-feira, 20. O projeto recebeu 10 votos contrários e 9 a favor, apesar de o governo ter previsto uma vitória de 11 a 8.

O projeto que tem como relator o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) já havia sido aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Essa derrota do governo, porém, não pára a tramitação da reforma trabalhista, que segue agora para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde terá como relator o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR) , o “Caju” da lista da Odebrecht. Depois, vai para a votação em plenário.

Representa, porém, uma importante derrota política do governo Temer. Expressa o aprofundamento da crise política, que já faz ruir a base do governo, e deve servir para fortalecer ainda mais a luta pela Greve Geral no dia 30. Dificulta, ainda, que a reforma trabalhista seja votada dia 28 no plenário, como previa o governo.

Essa derrota do governo mostra que é possível enterrar de vez tanto a reforma trabalhista, quanto a previdenciária. Mas para isso é necessário que as centrais sindicais reafirmem a convocação da Greve Geral no próximo dia 30. Nesta terça-feira ocorrem atividades e mobilizações em todo o país, como “esquenta” para o dia 30, e nesta quarta-feira ocorreria a reunião das centrais sindicais que definiria o dia 30, mas foi adiada para sexta-feira.

Hoje, nas atividades do ‘esquenta’ da Greve Geral estamos percebendo a disposição de luta dos trabalhadores e o apoio da população à realização de uma nova paralisação nacional. A rejeição no Senado foi um revés para o governo, mas os trabalhadores não podem apostar suas fichas no Congresso, em acordos ou medidas provisórias, pois sabemos como funcionam as negociatas naquele antro de picaretas”, afirma o membro da Executiva Nacional da CSP-Conlutas, Luiz Carlos Prates, o Mancha.

Operários da Avibrás aprovam greve dia 30. Foto Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (SP)

Nesta segunda-feira, uma plenária nacional dos trabalhadores dos transportes realizada em São Paulo reafirmou o indicativo de Greve Geral no dia 30, e nesta terça pela manhã uma reunião das centrais sindicais em Belém (PA) também reafirmou a greve, definindo inclusive mobilizações unitárias para o dia.

LEIA MAIS
Centrais precisam manter e garantir a Greve Geral!