PSTU-RN: Nota em solidariedade ao companheiro Juary Chagas

3153

O PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado), vem por meio desta empenhar sua mais ampla solidariedade e incondicional apoio ao companheiro Juary Chagas, demitido pela Caixa Econômica Federal, na cidade de Natal.

O governo Temer intensifica os ataques à classe trabalhadora e à juventude através do ajuste fiscal cujo objetivo é preservar, dentro da crise econômica, os altos lucros dos capitalistas nacionais e internacionais. As reformas das leis trabalhistas e da Previdência, combinadas com a PEC 55, servirão para eliminar direitos dos trabalhadores do serviço público e da iniciativa privada, assim como, também aprofundará o desmonte dos serviços públicos dificultando ainda mais o acesso da classe trabalhadora e da população pobre aos serviços básicos que devem ser prestados pela União, estados e municípios.

As grandes mobilizações da juventude e da classe trabalhadora que explodiram em 2013, fizeram com que o então governo Dilma, apoiado pelo Congresso corrupto, sancionasse a Lei Antiterror, com objetivo de reprimir as mobilizações e perseguir, prender, processar e punir os ativistas, como prevenção aos eventos da Copa do Mundo que acorreu no Brasil, em 2014. Esta Lei está em plena validade e, cada vez mais os governos e os patrões a utilizam para criminalizar as lutas realizadas pela juventude e pela classe trabalhadora no campo e na cidade.

A demissão de Juary pela Caixa Econômica Federal em Natal é a extensão da Lei Antiterror nos locais de trabalho, agora, sob as ordens do governo de Temer. A reestruturação dos bancos públicos vai impor aos trabalhadores bancários perda de milhares de empregos através dos famigerados Planos de Demissão Voluntária. Por outro lado, também para reduzir despesas, o governo Temer, através de seus superintendentes e gerentes utiliza mecanismos de assédio, intimidação, demissão e até falsos dossiês e calúnias para legitimar processos de demissão de trabalhadores. O companheiro Juary é mais um trabalhador vítima desses ataques.

Aqui em Natal, nossos militantes, dirigentes do Sindicato dos Bancários foram os primeiros a defenderem na direção desta entidade a mais ampla solidariedade política e financeira ao companheiro. O PSTU, não abandonará o companheiro Juary. Nós somos parte ativa da campanha nacional em defesa do companheiro promovida por várias entidades do movimento sindical e demais movimentos sociais.

-Pela reintegração imediata do companheiro Juary ao trabalho!

-Abaixo a Lei Antiterror!

-Não à criminalização dos movimentos sociais e dos seus ativistas

-Greve Geral Já para derrotar Temer e seu ajuste fiscal!

-Fora Temer e o Congresso Corrupto!

PSTU-RN