PSTU realiza Jornadas de Outubro pelo país

442
Ativistas de Natal fazem curso básico sobre marxismo

Objetivo das “Jornadas de Outubro” é levar formação marxista para os setores mais explorados e oprimidos da classe trabalhadora

Natal
Nos últimos dias 22 e 23, o PSTU (RN) deu início às suas Jornadas de Outubro em Natal.  Participaram 53 pessoas, sendo 28 homens e 25 mulheres.

São cursos de formação marxista básica, voltados para os militantes e os setores mais explorados e oprimidos da classe trabalhadora. O objetivo é aproximar cada vez mais a militância do estudo sobre o socialismo e levar a teoria revolucionária para os trabalhadores que moram em bairros pobres da periferia.

Neste sábado e domingo, o primeiro módulo da formação política abordou O Manifesto do Partido Comunista e a Comuna de Paris, dois temas fundamentais para o movimento e a organização da classe trabalhadora contra o capitalismo. Na ocasião, os participantes do curso puderam estudar conceitos básicos do marxismo, como burguesia e proletariado, o papel da pequena burguesia e da classe média no processo revolucionário e também compreender porque os trabalhadores precisam lutar pelo poder para acabar com a exploração. Tudo isso através de um importante debate sobre a atualidade do Manifesto e a experiência da Comuna de Paris.

O curso realizou um grande debate sobre a teoria marxista, interpretando o Manifesto Comunista, seus erros e acertos, e depois analisou como essa teoria foi enriquecida com a Comuna de Paris, primeira vez que os operários tomaram o poder de Estado em 1871. Estudou esta experiência e houve debates acalorados sobre as lições que a Comuna deixou para a luta da classe trabalhadora mundial: a Comuna deveria confiscar os bancos ou não, devia confiscar toda a propriedade burguesa ou não? Deveria avançar sobre Versalhes e reprimir violentamente toda a grande burguesia? Quebrar o Estado burguês ou utilizar a máquina “democrática” por dentro? Impressionou positivamente a todos e todas saber que as mulheres  foram a vanguarda da  Comuna. Por fim, todos cantaram juntos o hino A Internacional, onde cada grupo entoava uma estrofe e todos cantavam juntos o estribilho.

Esta primeira parte das Jornadas de Outubro reuniu trabalhadores de diversas categorias e também estudantes de escolas públicas de Natal, como o Ana Júlia, que há uma semana está ocupado pelos alunos que lutam contra a PEC 241 de Temer. “Tá sendo massa o curso. Eu já estudo o marxismo e foi legal para aprofundar a teoria”, comentou Matheus, que é estudante do Ensino Médio.

Operários também participaram da formação política do PSTU e puderam conhecer melhor a teoria que explica o que eles sentem todos os dias na prática. “Foi muito bom! Foi um dia de aprendizado. Pude compreender melhor como se dá a exploração da burguesia”, destacou José, operário da Construção.

Paraíba
pb
Em Campina Grande (PB), o curso reuniu 16 companheiros. Eram trabalhadores dos Correios, estudantes e professores.  Os debates aconteceram nos grupos e nos plenárias com a turma opinando e respondendo. Uma parte do curso será realizada para outros companheiros que não puderam comparecer.