Ocupações de escolas no Paraguai

    79

    Os ventos das ocupações dos secundaristas no Brasil, inciadas ano passado com as mais de 200 ocupações de escolas paulistas contra reorganização escolar e o ajuste fiscal na Educação de São Paulo e que se alastraram por Goiás, Ceará e Rio de Janeiro, chegaram aos nossos vizinhos Paraguaios.

    As ocupações de escolas pelos secundaristas paraguaios já levaram, no último dia 5 de maio, depois de mais de 72 escolas ocupadas em todo o país, a queda da ministra da educação, Marta Lafuente, que renunciou ao cargo. A ministra foi acusada de estar envolvida em um esquema de superfaturamento na licitação para a compra de água e alimentos. Os estudantes também exigem melhoras na infraestrutura das escolas e a distribuição gratuita de livros e almoço.

    No Brasil, os secundaristas mostram o caminho da luta para barrar os ataques à Educação. No Brasil e no Paraguai, os estudantes mostram que a luta é internacional. E que a tentativa de jogar a conta da crise econômica nas costas dos trabalhadores e da juventude é a saída dos governos e dos patrões de todo o mundo. Mas que eles escutem… nóis já tá fervendo….

    Veja nota no site da Lit-ci Cuarta Internacional: http://goo.gl/ydnQlM

     
     
     
     

    Post author