Nossa homenagem à camarada Polaca

67

É com tristeza que recebemos a notícia de que a camarada Polaca, da velha guarda da LIT-QI e militante do PSTU argentino, nos deixou.

A classe operária perdeu uma combatente aguerrida na luta pelo socialismo e pela revolução mundial. Nós,  militantes da LIT-QI em todo o mundo,  perdemos uma grande camarada, que fazia do internacionalismo e da construção do partido e  da Internacional a razão de ser de sua vida.

Os que tiveram a possibilidade de participar de algum congreso da nossa Internacional, com certeza se lembram da Polaca, da sua alegria, do seu empenho militante, ajudando no que fosse possível.

Polaca foi viver na Polônia para construir a Internacional e acompanhar de perto os procesos do Leste. Naqueles tempos de crise, de difícil e  imenso desafio de atualização programática e de luta pela reconstrução da LIT, Polaca foi uma presença constante. Nunca desanimou. Tinha uma confiança, uma força e uma alegria enorme em abraçar o projeto de reconstrução da LIT como instrumento para a reconstrução da IV Internacional.

Tantas vezes esteve no Brasil e se fez presente em congressos e atividades do PSTU brasileiro.

Em nome da militância do PSTU no Brasil, saudamos seus camaradas do PSTU na Argentina, seus familiares e seus amigos.

Camarada Polaca! Até o socialismo sempre!

São Paulo, 12 de fevereiro de 2016