sexta-feira, 1 de Abril de 2011

POLÊMICA: O que é isso, companheira Luciana Genro?

Ex-deputada pelo PSOL, Luciana abre cursinho popular com dinheiro de empresas em Porto Alegre

Muitos militantes honestos da esquerda brasileira foram surpreendidos com denúncias oriundas da mídia burguesa acusando Luciana Genro de usar dinheiro de empresas para montar um curso de pré-vestibular em Porto Alegre. A revista Veja e outros meios de comunicação, vinculados aos grandes empresários brasileiros e à direita, aproveitaram o episódio para desmoralizar Luciana Genro - e, junto a isso, a própria esquerda brasileira que não se vendeu.

Reivindicamos a trajetória política de Luciana Genro. No entanto, somos críticos aos caminhos que a mesma vem percorrendo desde 2006 - quando aceitou dinheiro da Gerdau na campanha eleitoral -, em choque com as expectativas de milhares de trabalhadores vinculados à esquerda. Esse grave erro foi repetido nas campanhas de 2008 e 2010, quando a ex-deputada recebeu dinheiro da rede Zaffari e de outras empresas, as quais financiam seu projeto Emancipa.

Página do site do cursinho

Alertamos várias vezes que a degeneração do PT e do PCdoB vem, diretamente, da aceitação de dinheiro dos empresários, da mesma forma que a sobrevivência dessas organizações deve-se ao dinheiro do parlamento. Esse é um caminho que poderá levar à adaptação política do PSOL e à defesa de políticas contra os trabalhadores. Gerações de militantes foram perdidas por caminho semelhante, escolhido pelas direções do PT e do PCdoB.

Neste sentido, somos totalmente contrários a essa iniciativa de Luciana Genro de montar um projeto educacional em parceria com grandes empresas, ao mesmo tempo em que dizemos que a mídia burguesa não tem a mínima moral para atacá-la, pois defende e enaltece esse tipo de projetos.

Fazemos um chamado à companheira Luciana para que rompa com esse grave erro político: aceitar dinheiro dos inimigos dos trabalhadores, e mantenha-se coerente com sua história política, sob pena de jogá-la na lata de lixo, fazendo a alegria dos poderosos e desmoralizando os setores de Oposição de Esquerda ao governo Dilma e Tarso.

Defendemos que Luciana Genro volte a dar aulas, como uma professora normal, da mesma forma que milhões de docentes fazem diariamente. O PSTU defende que o salário dos parlamentares seja o mesmo do seu trabalho antes da eleição. Pois, na hipótese de perder o mandato, possa voltar a viver tranquila e dignamente como todos de sua classe. Também defendemos que o partido deve ser sustentado pelo dinheiro arrecadado da contribuição de filiados, militantes e amigos, sem qualquer dependência do Estado ou dos patrões.

Cursinho vai contra a educação pública e gratuita
A formação do cursinho, nas condições em que está sendo montado, é um grande passo no sentido de romper com o passado de esquerda de Luciana Genro. Um cursinho que objetiva arrecadar um milhão de reais de empresas parceiras do projeto nos faz lembrar as parcerias de institutos como a fundação Bradesco, Unibanco/Itaú - que lucram bilhões, explorando o povo com os maiores juros bancários -, do projeto Ayrton Senna que impõe suas cartilhas, da fundação Mauricio Sirotsky Sobrinho que determina como e o que fazer nas escolas, e outras tantas, as quais, dentro das escolas estaduais, buscam torná-las empresas e ocupam o lugar que deveria ser do Estado e da comunidade escolar.

Todos sabem das dificuldades de milhares de jovens para entrar na universidade, mas não vale qualquer política para resolver este grave problema social. É preciso exigir o fim do vestibular, garantir mais verbas para as universidades públicas e a necessária ampliação das vagas, para que os filhos dos trabalhadores tenham acesso ao curso superior. O cursinho, nesta forma, vai contra esta luta histórica.

Na verdade, a formação deste pré-vestibular - além de um problema político grave - também afronta tudo o que os educadores engajados, que militam no movimento social, no CPERS em particular, sempre defenderam: o ensino público, gratuito e de qualidade. Como a própria Luciana reconhece, em entrevistas, o que ela está fazendo é parecido com uma ONG ou uma OSCIP.

Até pouco tempo, era um patrimônio de toda a esquerda, que deveríamos impedir as OSCIPS aqui no Estado. Também juntos - nós, o PSOL e os movimentos sociais não-governistas - denunciamos quando Lula aprovou, no Congresso, e sancionou a lei das Parcerias Público Privadas (PPPs), por entender que são parte da política geral do Estado Mínimo, do neoliberalismo, do beneficiamento particular do que deveria ser público. Mas, agora, o cursinho - que Luciana montou e gerencia - segue a mesma lógica das parcerias entre os patrões e o Estado: presta um serviço à população, visando lucro e benefício pessoal.

Companheira Luciana Genro, estas iniciativas não condizem com as bandeiras socialistas que deverias representar!

Porto Alegre, 22 de março de 2011

Direção Estadual do PSTU - RS

  • Acesse o blog do PSTU Gaúcho
  • ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    JORNAL

    SOCIALISTA

    GALERIAS DE FOTOS

    Sede nacional:

    Avenida Nove de Julho, 925

    Bela Vista - São Paulo - SP

    Metrô Anhangabaú

    CEP 01313-000

    (11) 5581.5776

    São Paulo - Centro - SP

    Rua Florêncio de Abreu, 248

    (11) 3313.5604

    saopaulo@pstu.org.br

    http://pstupaulista.blogspot.com.br/

    Rio de Janeiro - RJ

    Rua da Lapa, 180

    (21) 2232.9458

    riodejaneiro@pstu.org.br

    rio.pstu.org.br

    Belém - PA

    Travessa Curuzu, n° 1995 - Altos

    (91) 3226.6825

    belem@pstu.org.br

    blogpstupa.blogspot.com.br

    São Paulo - Zona Sul - SP

    Rua Julio Verne, 28

    (11) 5523.8440

    pstu.dasul@ymail.com

    Rio de Janeiro - Madureira - RJ

    Av. Ministro Edgar Romero, 584/302

    riodejaneiro@pstu.org.br

    rio.pstu.org.br

    Natal - RN

    Rua Princesa Isabel, 749

    (84) 2010 1290

    pstupotiguar@gmail.com

    www.psturn.org.br

    São Paulo - Zona Leste - SP

    Rua Henrique de Paula França, 136

    (11) 99150.3515

    saopaulo@pstu.org.br

    Belo Horizonte - MG

    Edifício Vera Cruz, Rua dos Goitacazes 103, sala 2001.

    bh@pstu.org.br

    minas.pstu.org.br

    Fortaleza - CE

    Rua Juvenal Galeno, 710

    (85) 3044.0056

    fortaleza@pstu.org.br

    São Paulo - Zona Oeste - SP

    Rua Alves Branco, 65

    (11) 98195.6893

    saopaulo@pstu.org.br

    Porto Alegre - RS

    Rua General Portinho, 243

    (51) 3024.3486 e 3024.3409

    portoalegre@pstu.org.br

    pstugaucho.blogspot.com

    Aracaju - SE

    Av. Gasoduto, 1538-b

    (79) 3251.3530

    aracaju@pstu.org.br

    pstusergipe.com.br/

    Mais sedes...