Neste dia 20, todos às ruas contra Donald Trump

2497

Trump, desde sua campanha, se valeu de todo tipo de preconceito e discursos de ódio contra os setores oprimidos e trabalhadores imigrantes para aproximar eleitores. Seu governo seguirá defendendo uma política reacionária, racista, machista, anti-trabalhador e agressivamente imperialista, porém de maneira mais escancarada que os governos anteriores. Notícias já especulam que o boicote ao Trump será o maior boicote parlamentar em uma posse desde a Guerra no Vietnã.

Nas ruas, a comunidade negra, imigrante, muçulmana, de mulheres, de trabalhadores e de jovens já organizam levantes contra esse governo e contra suas iniciativas que visam atacar direitos trabalhistas, o direito ao aborto, o direito aos povos nativos de terem suas terras, além de ser mais incisivo com a violência policial e com o sistema carcerário. Assim será no dia de sua posse e, também, no dia seguinte (21) quando acontecerá a “Women’s March on Washington” (Marcha de Mulheres em Washington) em que milhares de mulheres – já estima-se mais de 200 mil – marcharão em direção à Casa Branca.

Nós, do Movimento Mulheres em Luta, junto com a CSP-Conlutas e a ANEL, faremos parte das manifestações internacionais que acontecerão no dia 20, para nos solidarizarmos com mulheres e homens trabalhadores dos Estados Unidos e para derrotar esse governo que vai comandar os ataques ao conjunto dos trabalhadores e jovens no mundo todo. É preciso fortalecer a classe trabalhadora norte-americana para que se construa uma direção independente do movimento, que caminhe por fora do binarismo democrata/republicano e possa fazer avançar sobre o imperialismo.

Contra todo tipo de opressão e exploração a nossa luta é internacional!

Movimento Mulheres em Luta (MML)

Leia a nota da LIT-QI: Não a Trump! Todos às ruas em todo o mundo no dia 20 de janeiro!

Confirme sua presença no evento do Facebook