Militantes do PSTU são covardemente agredidas pela PM em natal

34
Iara Santana, enfermeira, atingida por tiros de borracha

Agressão ocorreu em manifestação do dia 19 de julho

 
Ao contrário da versão propagada pela Policia Militar do Rio Grande do Norte, da governadora Rosalba Carlini (DEM), a polícia não investiu apenas contra os que realizavam ações de depredação nas manifestações de 19 de julho. A PM deu tiros de bala de borracha contra manifestantes que protestavam pacificamente contra os governos de Rosalba e de Dilma Rousseff (PT). Eles reivindicavam passe-livre, não pagamento das dívidas públicas e mais verbas para saúde, educação e transporte.
 
Das militantes do PSTU, a professora Luana Paola e a enfermeira Iara Santana, foram atingidas por este artefato quando se refugiaram num posto de gasolina na Rua Apodi, após terem sido expulsas, depois de forte repressão, da frente da Câmara Municipal.
 
A Polícia também jogou bombas de gás lacrimogêneo no posto, colocando em risco o conjunto dos manifestantes que se refugiavam lá.
 

Veja cenas da repressão policia
l