Machismo mata: feminicídio aumenta no Brasil

    91

    No dia 9 de novembro, foi divulgado o Mapa da Violência – Homicídio de Mulheres no Brasil 2015. 
     
    Os dados seguem chocantes e, ainda mais revoltantes, quando pensamos que este mesmo país que mata 13 mulheres por dia pelo simples fato de serem mulheres, é o mesmo país que tem no seu Congresso Nacional um misógino, machista, racista e LGBTfóbico. No mesmo país, em que o Governo de uma mulher presidenta corta sucessivamente o orçamento para o combate à violência.
     
    Mas, a mulherada tem mostrado o caminho. Manifestações contra Cunha, os governos e o machismo crescem no país. E é preciso que toda a classe trabalhadora se some a esta luta! 
     
    Os dados revelam ainda o peso do racismo na violência contra a mulher. Em 10 anos, o homicídio contra mulheres negras aumentou 54%. 
     
    Vejam alguns dados e, pra quem quiser ler na íntegra, segue aqui o link do estudo.
     
    : : 13 mulheres assassinadas por dia no Brasil.
     
    : : Homicídio contra mulheres negras aumenta 54% em 10 anos.
     
    : : O estudo revela ainda que 50,3% das mortes violentas de mulheres são cometidas por familiares e 33,2% por parceiros ou ex-parceiros.
     
    : : O Brasil ocupa a 5º posição de maiores assassinatos de mulheres entre 83 países do mundo.
     
    : : Nos homicídios masculinos prepondera largamente a utilização de arma de fogo (73,2% dos casos). Nos femininos, essa incidência é bem menor: 48,8%, com o concomitante aumento de estrangulamento/sufocação, cortante/penetrante e objeto contundente, indicando maior presença de crimes de ódio ou por motivos fúteis/banais.
     
     
     
     

    Post author