Greve de petroleiros completa 21 dias nesta quarta-feira (18) nas bases da FNP

37

Confira o quadro da greve nacional dos petroleiros

LEIA TAMBÉM
 

BASES DA FNP

SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
Nesta quarta-feira (18), houve nova assembleia na porta da REVAP, em São José dos Campos, para avaliar a continuidade da mobilização. A manutenção da greve foi aprovada por unanimidade.

RIO DE JANEIRO
TABG e Cenpes continuam em paralisação e com equipes de contingência negociadas com o sindicato. No TEBIG, segue a greve com forte participação de todos os setores.

 

ALAGOAS/SERGIPE
Greve forte na FAFEN, Tecarmo, Carmópolis, Plataformas (pessoal embarcando sem emissão de PT), Alagoas – Pilar e Furado.

LITORAL PAULISTA
Com adesão em média superior a 90% no ADM e 100% no turno, segue a greve na RPBC e UTE Euzébio Rocha, em Cubatão, plataformas de Merluza e Mexilhão, terminais Transpetro de Santos (Alemoa), Cubatão (Pilões) e São Sebastião (Tebar), além da UTGCA (Caraguatatuba).

PA/AM/MA/AP
Greve segue forte na Transpetro Belém / Prédio Compartilhado, Porto Encontro das Águas (PEA), Petrobrás Regional Norte (UO-AM) e Transpetro São Luis (MA). Em Urucu, em assembleia realizada hoje no Aeroporto Eduardinho, continuidade da greve foi aprovada. Somente equipe de contingência continua operando a unidade.

BASES DA FUP
Justamente onde se concentra o grosso da exploração de petróleo da Petrobrás, a greve nas plataformas do Espírito Santo e Norte Fluminense também segue forte com a categoria participando efetivamente dos piquetes.


LEIA TAMBÉM