Contra burguês vote nulo dessa vez: Segundo Turno em Fortaleza

60

O primeiro turno da eleição passou. Nós nos orgulhamos de termos feito uma campanha humilde, mas firme na defesa dos interesses classe trabalhadora. Não fomos financiados e nem nos juntamos com os partidos dos ricos para ganhar votos.

O processo eleitoral é um verdadeiro “jogo de cartas marcadas”. Ganha quem recebe mais dinheiro de empresários e quem faz mais negociata para conseguir tempo de TV. A legislação eleitoral antidemocrática retirou praticamente todo nosso espaço na televisão e nossa participação nos debates. Isso obviamente tem um impacto no resultado eleitoral.

Mas ainda assim fizemos uma campanha bonita nos canteiros de obras, nas garagens de ônibus, nas escolas e onde estavam os trabalhadores mais pobres de nossa cidade. O PSTU está orgulhoso de ter apresentado uma alternativa que não tem o rabo preso com patrões e nem com corruptos.

Colocamos nossa campanha a disposição de uma luta para botar Temer pra fora, sem com isso cometer o erro que tiveram quase todas as organizações da esquerda quando subjugaram a luta pelo Fora Temer à defesa da manutenção do mandato da Dilma e do PT. Ao contrário disso, nossa luta para derrubar Temer sempre esteve combinado com a luta contra o retorno da ex-presidente Dilma e para pôr pra fora todos os políticos que estão do lado dos empresários atacando os direitos dos trabalhadores.

Agradecemos todos os que votaram nosso candidato a prefeito, o companheiro Gonzaga e em nossos candidatos a vereadores. Cada voto no PSTU fortalece uma alternativa dos trabalhadores para continuar lutando contra os ataques dos governos e dos patrões.

NO SEGUNDO TURNO: Contra Burguês, vote nulo dessa vez!

As duas candidaturas que disputam o segundo turno das eleições em Fortaleza estão do lado dos ricos e contra os trabalhadores. Tanto Roberto Claudio, como Capitão Wagner receberam milhões de reais dos empresários para gastar em propaganda e tentar nos convencer de que estarão ao nosso lado. Tudo mentira. Depois das eleições governarão para aqueles que financiaram suas campanhas.

Os aliados de ambos os candidatos são tradicionais políticos das oligarquias cearenses. Roberto Claudio (PDT) tem como vice Moroni (DEM) e é representante dos Ferreira Gomes. Capitão Wagner (PR) tem como aliado o Tasso Jereissati (PSDB) e Eunício Oliveira (PMDB). Cada um dos dois lados na disputa está preocupado em favorecer seu grupo político, nenhum deles está preocupado com os trabalhadores.

Votar em qualquer um dos dois candidatos é depositar esperança em um projeto que não tem como nos beneficiar. Por isso nós achamos que o voto certo nesse segundo turno, é o voto nulo. O voto nulo é uma forma de protesto contra as duas candidaturas que representam um projeto dos ricos.

Fora Temer, Fora Todos Eles! Nenhum direitos a menos!

Após a eleição Temer e os parlamentares vão continuar com os ataques aos nossos direitos. A Dilma já havia atacado o PIS e Seguro Desemprego e Temer já falou que vai aumentar a jornada de trabalho pra 12 horas e a idade mínima da aposentadoria para 70 anos.

A única saída que temos é lutar. Precisamos construir uma greve geral pra impedir que retirem os nossos direitos e pra botar pra fora o Temer e todos os políticos que assim como ele querem nos fazer pagar pela crise.

O PSTU continuará onde sempre esteve: ao lado da classe trabalhadora em suas lutas, defendendo uma Fortaleza e um Brasil para os trabalhadores e contra os ataques que os governos dos ricos querem nos fazer.

Source: PSTU CEARA