Camarada Jorjão presente!

Com muito pesar, soubemos nesta segunda, 16, da morte do companheiro Jorge de Oliveira, mais conhecido por Jorjão. Morador da periferia de São Paulo, Zona Leste, negro, corinthiano fanático.

Integrou as fileiras do PSTU, por volta dos anos 2000. Esteve à frente, junto com a juventude secundarista, das lutas contra a guerra do Iraque, na luta antiimperialista contra a Alca, na luta pelo Passe Livre.

Em sua militância sempre salientou a necessidade de construirmos a luta na periferia de São Paulo ao lado da juventude pobre e dos trabalhadores.

Após a morte de sua mãe, suas dificuldades financeiras aumentaram ainda mais. Trabalhava sempre em bicos ou como segurança. Muitas vezes, desempregado, ficava em situação financeira delicada.

Nesta segunda sabemos por meio de amigos que o camarada morreu em março de 2016.

Encontraram informações do seu paradeiro muito depois de sua morte. Jorjão foi mais uma vítima deste sistema, que exclui e vulnerabiliza, determina socialmente a vida e o futuro dos homens e mulheres negros e pobres. Mais um jovem negro, lutador morre vítima do racismo e da desigualdade neste país.

Nos lembraremos sempre do companheiro de forma alegre, que nunca dispensava uma festa ou roda de punk rock. Lembraremos sempre da sua luta.

Camarada Jorjão presente!

PSTU-Zona Oeste