Atentado em Paris e suas consequências

    30
    Homenagem em frente ao café La Belle Equipe, em Paris, um dos locais atingidos pelo atentado

    Diante do atentado em Paris, a primeira coisa a se fazer é expressar solidariedade ao povo da cidade, aos familiares e amigos das vítimas, ao povo da França. Trata-se de uma tragédia de grande magnitude.
     
    A organização Estado Islâmico, que reivindicou a responsabilidade pela ação que matou mais de 120 pessoas deixando mais 100 feridos gravemente, usa um discurso antiimperialista para tentar justificar o injustificável. Não estamos frente a um ato de guerra contra um exército imperialista, e sim diante do assassinato covarde de muitas dezenas de pessoas inocentes.
     
    Longe de enfraquecer o imperialismo, ações deste tipo o fortalece. Dão argumentos para que os governos dos países imperialistas convençam suas populações de que precisam continuar com sua “guerra contra o terror”. Quem vai pagar o pato por tudo isso são as centenas de milhares de imigrantes que chegam à Europa neste momento fugindo da barbárie na Siria e Iraque, são os milhões de imigrantes islamitas que vivem na Europa e em outros países ao redor do mundo.
     
    É preciso repudiar as ações deste tipo, sejam elas patrocinadas pelo Estado Islamico ou outras organizações deste mesmo caráter. Repudiar pelo seu resultado concreto, o assassinato de pessoas inocentes, e pelo que vai causar de retaliação contra os imigrantes e islamitas em todo o mundo.
     
    Mas este justo repúdio não pode se confundir com o discurso hipócrita dos governantes dos países imperialistas. Hollande, o presidente francês, assim como o sr. Obama, presidente dos EUA, ao lado de Cameron, primeiro ministro britânico, falam em consternação frente a um ataque covarde quando eles mesmos patrocinam ataques covardes tão ou mais graves que este todos os dias. Ataques contra o povo da Síria, do Iraque, do Afeganistão, e um longo etcetera.
     
    É a violência e a barbárie, espalhadas aos quatro cantos do mundo pelos bombardeios levados a cabo por estes governos, o principal alimento político de organizações como o Estado Islamico. Os crimes praticados por estes governos contra os povos do oriente médio e outras regiões do planeta não tem parâmetros.
     
    Tampouco podemos, pelo repúdio ao que aconteceu em Paris, apoiar as medidas que acabam de ser anunciadas pelo presidente francês. São medidas de recrudescimento da repressão que vão apenas aumentar o grau da agressão contra os direitos dos imigrantes e dos povos do oriente médio e norte da Africa.
     
    Solidariedade às vitimas do atentado, seus familiares e amigos!
    Repúdio ao atentado realizado em Paris! Mas repudio também às medidas repressivas anunciadas pelo presidente francês!
    Contra toda forma de xenofobia ou islamofobia!
    Acolhimento, sem restrições, de todos os imigrantes que buscarem abrigo na França ou qualquer outro país!
     
     
     

    Post author