Assembleia Popular avança o processo de mobilização nos bairros em Aracaju

38
CSP-Conlutas impulsiona organização nos bairros em Aracaju

Moradores do Santa Maria e 17 de Março ampliam a luta por melhorias na infraestrutura dos bairros

Em Aracaju, os moradores dos bairros Santa Maria e 17 de Março realizaram assembleia popular, na quarta-feira (22/05), para avançar na luta por melhorias na infraestrutura dos bairros. A atividade foi organizada pela CSP Conlutas e contou com o apoio do PSTU.

Iniciamos uma coleta de assinaturas exigindo da prefeitura e do governo estadual melhorias na infraestrutura dos bairros. A campanha começou a crescer. Recebemos adesão de muitos moradores que não suportam mais conviver com a falta de saneamento básico, utilizar um precário serviço de transporte público pagando uma tarifa cara, bem como, viver em meio à escuridão”, disse Erílio Bispo, morador do 17 de Março.

A assembleia aprovou o documento que será entregue ao prefeito João Alves (DEM) e ao governador Marcelo Déda (PT) junto com o abaixo assinado. O documento apresenta todos os problemas dos bairros, contém os dados da quantidade de linha e ônibus disponíveis para atender a população, a quantidade de paradas de ônibus que precisam de abrigos. “Fizemos um levantamento de todos os nossos problemas. Quero apresentar as autoridades um raio-X do descaso que sofremos. Bem como, nesse documento apresentamos um conjunto de reivindicações. Não queremos mais ser enrolados com promessas, queremos ação”, afirmou Erílio.

Abaixo assinado

Os moradores aprovaram na assembleia seguir coletando assinaturas por mais três semanas. “Estipulamos a meta de seis mil assinaturas. Continuaremos com a coleta, avaliamos é que possível alcançar essa meta em três semanas. A partir dessa assembleia, mais moradores se incorporaram na campanha”, disse a moradora Marina Lima.

Nova assembleia

Os moradores realizarão nova assembleia popular no dia 19 de junho. “Na próxima assembleia vamos deliberar a data da entrega do abaixo assinado ao prefeito e ao governador. No dia da entrega faremos um ato público. A coleta de assinaturas foi o primeiro passo da campanha. A assembleia também aprovará um calendário de mobilização nos bairros. Não podemos mais ficar parados”, falou Profírio dos Santos, morador do Santa Maria.

PSTU na campanha

O PSTU tem impulsionado a campanha juntos aos moradores. “Nosso partido está desde o inicio na luta com os moradores. Estamos ajudando na coleta de assinaturas, contribuímos na convocação da assembleia, nossos militantes que moram nos bairros estão à frente dessa campanha. Não aceitamos mais que a população seja enganada com lindas promessas em período eleitoral, depois os eleitos viram as costas para os trabalhadores. Se depender do PSTU o prefeito, os vereadores, deputados, governador e demais autoridades não terão sossego até a resolução dos problemas”, disse Vera Lúcia, presidente estadual do PSTU/SE.

O papel CSP-Conlutas

A CSP-Conlutas é a organizadora da campanha. A central tomou esse difícil desafio e tem sido referência junto aos moradores dos bairros. “Estamos vivendo uma nova experiência. Pela primeira esses moradores buscam se organizar por fora das associações de bairros que estão atreladas à prefeitura. A CSP-Conlutas tem garantido todo o material da campanha, mas que isso, tem permitindo que os moradores se organizem para lutar. A assembleia foi emocionante tanto pelo debate realizado como pelo envolvimento, comparecimento dos moradores. A Central vai até o fim na luta com esses moradores, bem como vamos avançar também na construção de uma nova ferramenta de luta nos bairros”, ressaltou Deyvis Barros, diretor do Sindipetro AL/SE e da CSP-Conlutas/SE.