Amanda Gurgel condena empréstimos para obras da Copa e critica calamidade na saúde pública de Natal

19

 
A Prefeitura de Natal pediu, e a maioria dos vereadores aprovou. Por 25 votos a 3, a Câmara Municipal decidiu, nesta quinta-feira, 26, endividar o município para garantir o empréstimo para as obras da Copa do Mundo em torno da Arena das Dunas. Apenas Amanda Gurgel (PSTU), Sandro Pimentel e Marcos Antônio (ambos do PSOL) votaram contra.
 
Ao todo, serão R$ 104 milhões em empréstimos, que vão gerar uma dívida que consumirá R$ 40 milhões do orçamento de Natal todos os anos pelos próximos 20 anos. Dinheiro que vai fazer muita falta na saúde e na educação, por exemplo.
 
Mas isso não é tudo. Em seu pronunciamento na Câmara, a vereadora Amanda Gurgel denunciou que a empresa que fará as obras da Copa será a construtora Queiroz Galvão. A mesma empresa que, segundo o relatório do Tribunal de Contas do Estado, superfaturou a construção da Ponte Newton Navarro em mais de R$ 16 milhões. Ou seja, além de endividada e sem saúde e educação de qualidade, a população de Natal pode estar diante de um novo escândalo de corrupção.
 
 
ASSISTA AO VÍDEO DA DENÚNCIA DA VEREADORA: